Mora no Rio de Janeiro e está cansado de ficar escutando palpite de corretor, que muda de opinião a cada novo empreendimento lançado? Chegou o site que fala a verdade acerca dos imóveis lançados no Rio de Janeiro, sem intenção comercial nenhuma e completa isenção. Aqui a verdade é uma só, e não muda de acordo com interesses comerciais. Aqui a Verdade é imutável, eterna e imóvel! Venha conhecer de verdade o que vale a pena ou não comprar no Rio de Janeiro, seja para morar, seja para investir.

Busque a Verdade Imóvel sobre

quinta-feira, 7 de agosto de 2014

MANUAL DE COMO COMPRAR SEU IMÓVEL NA PLANTA - PARTE 3



Prezados,

Continuamos abaixo nosso manual...

Não esqueçam de conferir a Parte 1  e a Parte 2 também .


Permanecendo alguma dúvida, não hesite em mandar um email para verdadeimovel@gmail.com .





MANUAL DE COMO COMPRAR SEU IMÓVEL NA PLANTA - PARTE 3


DICA 7:  Os custos "surpresas" quando o imóvel fica pronto


Imagem do site: http://www.zakzuk.com.br/wp-content/uploads/2012/01/caixa-surpresa.jpg


Seu imóvel ficou pronto, agora é só pegar as chaves e começar a usufruir do bem pelo qual você esperou esses anos todos... infelizmente não, meus amigos... além dos valores para colocar seu imóvel habitável (instalar luz, gás, água, armários e decorar) , entre você e seu imóvel há  ainda alguns custos "surpresas" bem significativos que precisam ser considerados.

Pensando nisso, listamos aqui os principais para facilitar a sua vida:

(Se você pretende quitar o apartamento na hora em que ele fica pronto, pode desconsiderar os 2 últimos itens)



1.      Ligações definitivas –  R$ Varia por empreendimento


Essa taxa se refere aos custos relativos às instalações de luz, gás, telefonia e água que foram necessárias para a implantação do condomínio. Quanto mais longe de áreas urbanizadas da cidade, mais caro esse valor fica. Muitas vezes é uma surpresa bem cara, que pode atrapalhar de forma significativa o planejamento. Não tem uma regra, mas se prepare para gastar algo em torno de R$10.000 aqui. Infelizmente, esse valor só é descoberto quando a obra termina.


2.      Taxa de decoração – R$ Varia por empreendimento


Os imóveis lançados na cidade do Rio de Janeiro na planta depois de 2012 já possuem  a taxa de decoração embutida no valor final. Contudo, alguns empreendimentos que serão entregues nos próximos anos foram lançados antes disso. Geralmente a taxa de decoração é paga de maneira parcelada durante a obra, mas há construtoras que optam para deixar essa surpresa para hora das chaves (a fim de amenizar as parcelas durante a obra). Converse com a sua construtora para entender a situação do seu imóvel.



3.      ITBI- 2% do valor do imóvel


 Agora chegou a hora de começar a pagar impostos e taxas para o poder público. Antes de qualquer coisa, para pensar em passar o imóvel para o seu nome, você precisa pagar o Imposto de Transferência de Bens Imóveis, referente a 2% do valor venal de seu imóvel ou novo cálculo da prefeitura (ficara próximo dos 2 %, nunca abaixo disso). Esse valor precisa ser pago com um cheque administrativo nominal à Prefeitura da Cidade do Rio de Janeiro – CNPJ: 42.498.733/0001-48..



4.      Escritura – ver valores na tabela abaixo (fonte: http://www.irib.org.br/arquivos/emolumentos/Rio_de_Janeiro_Custas_e_Emolumentos_2014.pdf  )


 Depois de pagar o ITBI, é a hora de fazer sua Escritura de Compra e Venda definitiva. Aqui você vai ter que pagar a tabela oficial dos cartórios do Rio de Janeiro, que segue abaixo:



Escritura
 Preço original
 Incidência 2% de taxas
 Total
Lavratura, inclusive traslado até R$ 15.000,00
 R$           145,12
 R$       2,90
 R$       148,02
Acima de R$ 15.000,01 até R$ 30.000,00
 R$           239,77
 R$       4,79
 R$       244,56
Acima de R$ 30.000,01 até R$ 45.000,00
 R$           334,44
 R$       6,68
 R$       341,12
Acima de R$ 45.000,01 até R$ 60.000,00
 R$           410,16
 R$       8,20
 R$       418,36
Acima de R$ 60.000,01 até R$ 80.000,00
 R$           726,95
 R$    14,53
 R$       741,48
Acima de R$ 80.000,01 até R$ 100.000,00
 R$           858,22
 R$    17,16
 R$       875,38
Acima de R$ 100.000,01 até R$ 200.000,00
 R$       1.161,11
 R$    23,22
 R$    1.184,33
Acima de R$ 200.000,01 até R$ 400.000,00
 R$       1.245,88
 R$    24,91
 R$    1.270,79




A partir do valor de R$ 400.000,01, a cada nova faixa de R$ 100.000,00 em que
se incluir o valor do imóvel, serão cobrados mais R$ 111,95 no valor da escritura, a
título de emolumentos, bem como R$ 2,23 referentes ao acréscimo de 2% que
remunera os atos extrajudiciais gratuitos e PMCMV, não incidindo sobre este
percentual os Fundos Públicos instituídos em lei.




5.      Registro- ver valores na tabela abaixo  (fonte: http://www.irib.org.br/arquivos/emolumentos/Rio_de_Janeiro_Custas_e_Emolumentos_2014.pdf  )



  Depois que estiver com a Escritura em mãos, você deverá levá-la ao Registro Geral de Imóveis para oficializar junto à Prefeitura a passagem para o seu nome. O custo desse processo está também é padronizado e está na tabela abaixo:


 
Registro
Preço original
Incidência 2% de taxas
Total
Acima de R$ 15.000,01 até R$ 30.000,00
R$           239,77
R$       4,79
R$       244,56
Acima de R$ 30.000,01 até R$ 45.000,00
R$           334,44
R$       6,68
R$       341,12
Acima de R$ 45.000,01 até R$ 60.000,00
R$           410,16
R$       8,20
R$       418,36
Acima de R$ 60.000,01 até R$ 80.000,00
R$           726,95
R$    14,53
R$       741,48
Acima de R$ 80.000,01 até R$ 100.000,00
R$           858,22
R$    17,16
R$       875,38
Acima de R$ 100.000,01 até R$ 200.000,00
R$       1.161,11
R$    23,22
R$    1.184,33
Acima de R$ 200.000,01 até R$ 400.000,00
R$       1.249,47
R$    24,98
R$    1.274,45
A partir do valor de R$ 400.000,01, a cada nova faixa de R$ 100.000,00 em que se
incluir o valor do imóvel, serão cobrados mais R$ 111,95 no valor do registro, a título de
emolumentos, bem como R$ 2,23 referentes ao acréscimo de 2%, que remunera os atos
extrajudiciais gratuitos e PMCMV, não incidindo sobre este percentual os Fundos
Públicos instituídos em lei




6.      IPTU – 1,2% do valor do imóvel (quando fica pronto, paga-se o proporcional no ano subsequente)


O Imposto Territorial e Predial Urbano de imóveis na planta é pago no ano seguinte à entrega do imóvel. O valor é proporcional à quantidade de meses que você usufruiu do imóvel pronto no ano-referência. Muita gente não sabe disso e acaba tendo uma desagradável surpresa quando no mês de fevereiro do ano seguinte chegam 2 carnês de IPTU: 1 referente ao proporcional do ano anterior e 1 referente ao ano atual (normalmente o IPTU se paga antecipado).


7.        Custo da avaliação do imóvel pelo banco – R$1.500


 Se for financiar, antes de realizar a escritura, o seu banco irá enviar um avaliador para visitar seu imóvel e julgar se ele vale efetivamente o valor que está no contrato. Essa visita é feita sem a sua presença, e geralmente custa um valor na casa dos R$1.500.

8.      IOF do financiamento – 1,5% do valor do imóvel


Ainda pensando em quem for financiar, há um imposto que incide em qualquer operação financeira no Brasil. Chama-se Imposto sobre Operação Financeira. Ele será deduzido diretamente da conta que você criou para pagar seu financiamento. Vale tomar bastante cuidado aqui: se você não tiver o valor na conta na hora da dedução, o banco pode cobrar juros do cheque especial. Gerando um problema mais grave ainda....


Resumindo em bom português: Reserve algo em torno de R$ 25.000,00 para quando for receber as chaves.
Além dos custos tradicionais de armários, decoração e afins.

------------------------------------------------------------------------------------------------------

FIM DA PARTE 3 

GOSTOU DAS DICAS? REPASSE PARA OS SEUS AMIGOS E NÃO DEIXE DE NOS SEGUIR. 

FALOU IMÓVEL NA PLANTA, FALOU VERDADEIMOVEL.BLOGSPOT.COM



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Conte a sua Verdade